Para Ser Piloto

Formação Aeronáutica, Empregabilidade para Pilotos e Segurança de Voo

Ciências Aeronáuticas no Ensino Médio: o caso da Embry-Riddle

| 1 Comentário

Vejam aqui – Embry-Riddle launches high school aerospace institute – a matéria publicada na General Aviation News sobre o instituto criado pela Embry-Riddle Aeronautical University (a melhor faculdade de Ciências Aeronáuticas dos EUA) para levar parte da formação aeronáutica para o Ensino Médio (“High School”, na nomenclatura americana) de escolas nas localidades onde a instituição mantém seus campi. A iniciativa não traz custos para os alunos, e permite economizar até US$40mil na formação superior de Ciências Aeronáuticas de quem seguir para a Embry-Riddle após a conclusão do Ensino Médio com o curso oferecido pelo instituto.

Isso seria uma excelente iniciativa para ser adotada no Brasil, que possui uma formação aeronáutica absurdamente cara, e um ensino superior de aviação muito elitizado. Mas, infelizmente, a gente gosta mesmo é de copiar “Harlem-Shake” e bobagens do gênero dos americanos; o que é bom de fato a gente deixa prá lá…

One Comment

  1. Fiz um curso lá na Embry-Riddle. A estrutura deles é um sonho, algo inimaginável, fora da realidade até pra EUA. Não é a toa que custa uma fortuna… Pra se formar piloto lá, vc morre em meio milhão de reais fácil.

Deixe uma resposta